Curiosidades

As muitas figuras do mundo do vinho

30 agosto 2018
  • 399 visualizações
  • 0 comentários

Quando falamos dos profissionais envolvidos na produção vinícola, geralmente destacamos o papel do enólogo e do sommelier. Contamos, agora, um pouco mais sobre a cadeia de especialistas que trabalham no processo completo.

Elementos de grande destaque no universo do vinho, o enólogo e o sommelier são as figuras mais conhecidas quando se pensa na cadeia de profissionais envolvidos em todas as etapas da produção de vinhos.

Existem, no entanto, uma série de especialidades envolvidas ao longo do processo, tão diversas quanto a agronomia e a viticultura. As funções, que requerem muito conhecimento e estudo, também podem ser bastante interessantes – além de estarem em alta por todo o mundo em função da crescente demanda por bons vinhos.

Vamos a algumas delas: responsável pela plantação, pelo cultivo e pela colheita da uva, o viticultor é especializado no conhecimento do solo – dos processos de irrigação às melhores técnicas de colheita.

Já o ampelógrafo é o botânico responsável por identificar e classificar os tipos de videiras de uma determinada região. Há ainda o engenheiro agrônomo, que está apto a orientar e oferecer consultorias técnicas e científicas aos produtores de maneira geral.

Dica de leitura:  As curiosas adegas submarinas

O enólogo é a figura central desse universo. Seus conhecimentos possibilitam a criação de exemplares únicos, através da combinação de uvas – processo conhecido como blend – e técnicas diversas.

Além de supervisionar cada etapa, esse profissional utiliza seus conhecimentos técnicos e científicos para garantir que o vinho atenda sempre a um padrão específico determinado pela vinícola. Trabalhando diretamente com o enólogo, o gerente de cave supervisiona e garante o controle de qualidade ao longo do processo – da colheita ao engarrafamento do produto.

Chegamos à figura do sommelier, que é o curador dos rótulos. Trabalhando em restaurantes, adegas ou empresas especializadas, ele é o especialista responsável pela carta, pelas seleções e pela organização da adega de um modo geral, além de recomendar estilos e sabores específicos da bebida para seus clientes.

Já o winehunter é o responsável por ir atrás – literalmente! – dos melhores vinhos do mundo. Mais que isso: esse profissional passa boa parte do ano viajando e experimentando rótulos que possam agradar diferentes públicos, previamente determinados.  Então, o winehunter precisa ser um grande conhecedor de vinhos, mas também ter experiência sobre a cultura e os hábitos de consumo de seu público

Dica de leitura:  Brindes pelo mundo

O produtor, ou dono de uma vinícola, por sua vez, precisa entender não só da bebida em si, mas também do negócio como um todo. A profissão exige um alto nível de especialização técnica, cultural e econômica, além de uma grande sensibilidade.

Existem ainda várias outras profissões, que têm sido cada vez mais exploradas – um novo sistema econômico que passou a ser possível em razão da paixão mundial pelo vinho.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Autor Convidado