Curiosidades

Dão: entre queijos e vinhos

19 julho 2018
  • 2051 visualizações
  • 0 comentários

A região de Dão, em Portugal, foi a primeira de vinhos não licorosos demarcada. Saiba mais sobre esse local especial produtor do famosos queijo da Serra da Estrela.

No sopé da Serra da Estrela, em Portugal, a região do Dão é berço da Touriga Nacional, uma das uvas portuguesas mais expressivas e pioneira quando o assunto é a produção de bons vinhos.

Sua cultura vitícola evoluiu bastante e se modernizou ao longo das últimas décadas, apresentando hoje cinco rotas diferentes: Terras de Viseu, Silgueiros e Senhorim; Terras de Azurara e Castendo; Terras de Besteiros; Terras de Alva e Terras de Serra da Estrela.

De paisagem tipicamente portuguesa, com suas ruas estreitas, aldeias e vilas de atmosfera bucólica e pastoril, o Dão cobre 376 mil hectares, dos quais cerca de 20 mil são destinados exclusivamente às vinhas.

Além disso, a região também é famosa pelo tradicional queijo da Serra da Estrela, iguaria que convida os apreciadores a uma experiência gastronômica com uma das melhores harmonizações que existem: a de vinhos com queijos. Os próprios restaurantes e adegas locais oferecem aos visitantes degustações que sugerem a combinação das duas pratas da casa.

Dica de leitura:  Série uvas – Negroamaro

Produzido exclusivamente a partir de leite de ovelhas de raça Bordaleira e considerado uma das sete maravilhas da gastronomia portuguesa, o queijo da Serra da Estrela é feito de forma artesanal há um punhado de séculos pelos experientes queijeiros portugueses, em um processo de maturação que se prolonga por mais de um mês. A recomendação é que o queijo seja degustado com pão fresco – além de acompanhado de um bom vinho português, é claro.

Escrito por: Autor Convidado