Diário do Winehunter

Maratona de vinhos

27 Março 2017
  • 2047 visualizações
  • 0 comentários

A primeira grande degustação do ano, em busca dos melhores vinhos para você, foi feita em Bordeaux, na França. Confira.

O primeiro painel de degustação do ano aconteceu na França, em Bordeaux, minha cidade natal. Dessa vez, a organização foi um pouco complicada porque convidamos vários produtores e negociantes do mundo para nos apresentar vinhos que seguem nosso critério de seleção, tanto para o ClubeW quanto para o portfólio do site.

DWH

Assim, recebemos gente dos Estados Unidos, da África do Sul, da Austrália, da Espanha, da Itália, de diversas regiões da França e até do Líbano. Foram sete intensos dias experimentando mais de 350 vinhos.

Começamos com os rótulos dos Estados Unidos que o nosso amigo Jason nos mostrou. Foi ele que alugou o apartamento em que fizemos as degustações. O problema é que era no terceiro andar e não tinha elevador. Resultado: tivemos que subir e descer várias vezes para pegar os exemplares. Foi o nosso exercício físico da viagem. Rsrs.

Dica de leitura:  O terroir da Alsácia

DWH

No segundo dia, foi a vez dos vinhos espanhóis que, normalmente, têm uma relação custo/benefício excelente. O almoço, como tantas vezes, foi um baguete na praça. À noite, fomos comemorar o aniversário do Vicente. Seus 25 anos… de carreira. Rsrs. Tivemos um jantar delicioso no restaurante Chez Mémé. Vale a dica.

DWH

No dia seguinte, fomos para os exemplares da França, de Bordeaux, do Languedoc, da Provence e do Loire. Nesse tipo de degustação, com vários países, a dificuldade é conseguir diferenciar corretamente a tipicidade de cada vinho e, ainda, diferenciá-los individualmente.

O objetivo é sempre levar o melhor de cada região para nossos Sócios ClubeW e clientes. Isso leva um certo tempo, pois degustamos os rótulos selecionados pelo menos duas vezes.

Continuamos degustando nos outros dias e, no último, conhecemos vinhos de Israel, da Grécia, do Marrocos e do Líbano. Estamos já há algum tempo procurando exemplares do Mediterrâneo e o Vicente até entrou no clima da região. Rsrs.

Dica de leitura:  Receita de filé de peixe com crosta de gergelim

DWH

Finalizamos esse painel em outro restaurante que sempre vamos e que vale a pena conhecer, La Brasserie Bordelaise, com uma gastronomia bem tradicional de Bordeaux.

DWH

Santé a tous!

Escrito por: Manu Brandão

Winehunter, francês e nativo de Bordeaux com mais de 25 anos de experiência no mundo do vinho.