Enoturismo

Bairrada: uma tradição de séculos

22 julho 2018
  • 725 visualizações
  • 0 comentários

Uma tradicional região produtora de Portugal, Bairrada dá origem a vinhos ricos de história e, claro, muito sabor. Saiba mais sobre essa incrível região portuguesa.

Localizada na região central de Portugal e se estendendo até o Oceano Atlântico, especificamente entre as cidades de Coimbra e Águeda, a região vinícola da Bairrada – cujo nome é uma referência ao solo argiloso que a compõe – tem clima temperado bastante favorável às vinhas.

Principal uva da região, a Baga representa aproximadamente 50% da produção local, embora diversos tipos possam ser cultivados por lá.

Apesar de sua tradição secular, a Bairrada foi certificada D.O. (Denominação de Origem) apenas em 1979 para vinhos tinto e branco, em 1991 para espumantes e em 2015 para aguardentes vínicas.

E sua história é antiga mesmo: estima-se que a produção de vinhos na região remeta ao século X e ao reinado de Dom Afonso Henriques, que autorizou o cultivo de vinhas por ali com uma condição um bocado suspeita: um quarto da produção deveria ser destinada a… ele próprio!

Dica de leitura:  Lisboa - Roteiros do vinho

O lado bom é que, de lá pra cá, e principalmente a partir do século XIX, a fama de seus vinhos tintos, brancos e espumantes apenas aumentou, atravessou barreiras e passou a ser reconhecida internacionalmente. Há hoje até um centro de formação específico por lá, a Escola de Viticultura da Bairrada, que faz pesquisa e treina jovens nas mais recentes técnicas de viticultura.

O enoturismo também tem se desenvolvido bastante na Bairrada. O Museu do Vinho, por exemplo, conta toda a história da produção de vinhos dessa Denominação de Origem.

Rotas com bons hotéis, restaurantes, vinícolas e adegas estão à disposição dos visitantes, além das várias atrações naturais, históricas e das belas paisagens da região, célebre também pelo leitão da Bairrada – prato que é uma verdadeira sensação da gastronomia portuguesa.

Um tradicional território lusitano que merece ser valorizado por sua rica cultura, gastronomia e, claro, vinhos excelentes e cheios de personalidade.

Dica de leitura:  Esporão: união perfeita entre tradição e modernidade

Escrito por: Autor Convidado