Harmonização de A a W

Receitas para harmonizar com a linha W Explorer Series

13 novembro 2017
  • 160 visualizações
  • 0 comentários

Embora você possa harmonizar da maneira que preferir, existem receitas que combinam perfeitamente com alguns vinhos. Confira a combinação ideal para os vinhos da linha W Explorer Series.

Contamos aqui, em primeira mão, que em novembro seria lançada uma linha de vinhos incrível, exclusiva da Wine e elaborada nos melhores terroirs do mundo, a W Explorer Series. São seis rótulos em um kit pra lá de especial, perfeito para presentear ou para as festas de fim de ano. Portugal, França, Itália, Espanha, do Velho Mundo, e Argentina e Chile, do Novo Mundo, os países produtores mais apreciados pelo paladar dos brasileiros, compõem essa WineBox.

Para harmonizar com os exemplares, nossos sommeliers indicam receitas típicas dos países. Confira:

Itália

Para o italiano W Explorer Series Cecchi Riserva D.O.C.G. Chianti Classico 2013, um tinto com aromas de frutas maduras, especiarias, folhas secas e toque mineral, o Tortelli Mugellani al Pomodoro (foto destaque).

O tortelli é um tipo de massa com recheio de batata, salsinha e queijo, típico da região de Mugello, na Toscana. Sugerimos que essa delícia seja coberta com molho de tomate, para dar um toque frutado que combine com os aromas de frutas do vinho. O prato em si não é pesado e deve adequar-se perfeitamente ao corpo desse Chianti.

França

O francês W Explorer Series Maison Bouachon A.O.C. Côtes-du- Rhône 2015, um tinto  frutado e elegante, combina perfeitamente com Medalhão ao molho de ervas de Provence.

Medalhão ao molho de ervas de Provence

O medalhão é um corte nobre do centro do filé-mignon, em formato de rodela, com cerca de 200 g. De consistência bem macia é perfeito para a boa estrutura desse vinho. Já o molho de ervas de Provence (mistura que pode trazer tomilho, manjerona, orégano, alecrim, funcho, estragão, lavanda, por exemplo) dá o toque aromático e regional por ser do Sul da França, harmonizando deliciosamente com as nuances de frutas, ervas e especiarias da bebida.

Dica de leitura:  Como fazer Pad Thai

Espanha

O espanhol W Explorer Series Barahonda D.O. Yecla 2014, tinto amadeirado, com aromas de amora, alcaçuz, baunilha e tabaco vai bem com uma bela Paella Valenciana.

Paella Valenciana

Essa receita tradicional espanhola, cujo registro mais antigo é de um manuscrito do século 18, é composta por arroz, preparado com diversos temperos, principalmente açafrão e páprica vermelha. A versão atual é feita como coelho e frango (pode substituir o coelho por lombo suíno, por exemplo), mas não leva frutos do mar. Esse vinho é rico em aromas que combinam com os temperos do prato, e seu corpo médio cai sob medida para a estrutura da paella.

Portugal

Para o português W Explorer Series Quinta do Crasto D.O.C. Douro 2014, tinto macio e apaixonante, o par perfeito é o Bife à Marrare.

Bife à Marrare

Fonte: https://holidaysportugal.eu/lisboa/en/gastronomia/

Uma clássica receita portuguesa criada em Lisboa no século 19. É composta por um bife de coxão mole, grelhado na manteiga com pimenta-do-reino, sal grosso e nata de leite, formando um molho consistente e saboroso. O toque grelhado e de pimenta do prato combinam com o amadeirado do vinho, e a untuosidade da receita (devido à manteiga e nata), bem como a textura da carne, são perfeitas para o frescor e corpo deste exemplar.

Dica de leitura:  Série Harmonizações Brasileiras - Rio Grande do Sul

Argentina

O argentino W Explorer Series Las Perdices Gran Reserva Mendoza Malbec 2015, tinto frutado, encorpado e equilibrado, fica ainda mais saboroso com um Assado de tira grelhado com batatas soufflées.

Assado de tira grelhado com batatas soufflées

Fonte: http://restaurantecortes.com.br/portfolio_page/asado-de-tira/

Esse corte é muito comum na Argentina e no Uruguai. Ele tem formato de tira devido ao corte longilíneo com ossos e carne, retirado da parte mais nobre da costela bovina. Sua textura é macia, porém consistente, com bom teor de gordura, o que o torna perfeito para a estrutura potente e bom frescor desse vinho.

Chile

O chileno W Explorer Series Calyptra Valle de Alto Cachapoal 2015, um tinto poderoso, estruturado e sofisticado, harmoniza com Carré de cordeiro com charquicán crioulo.

Carré de cordeiro com charquicán crioulo

Saboroso corte de cordeiro, o carré é acompanhado aqui pelo charquicán crioulo, um cozido que leva batatas, abóboras, ervilhas, feijões verdes, milho e outros ingredientes, formando uma típica receita chilena. A riqueza de sabores do charquicán crioulo se mesclam aos diferentes aromas desse tinto, já a consistência da carré de cordeiro, bem como sua untuosidade, são amparadas pelo paladar encorpado e acidez agradável do vinho.

Colaboração técnica: Lucas Cordeiro

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Bia Miranda

Redatora e revisora da Wine, além de perdidamente apaixonada - e curiosa - pelo mundo do vinho.