Sommelier Wine

As fases da vinha

11 Janeiro 2019
  • 1770 visualizações
  • 0 comentários

Entenda melhor como se desenvolvem as vinhas durante o ano e quais fatores são importantes para que produzam bons frutos e bons vinhos.

“Um bom vinho se faz no vinhedo.” Eis uma das frases mais repetidas por produtores de todo o mundo, pois são principalmente as características das uvas quando colhidas que direcionam se o exemplar vai ter qualidade ou não.

E, neste caso, quantidade tem tanta importância quanto qualidade. Muitos dos rótulos mais prestigiados são elaborados a partir de uvas cultivadas em vinhedos que produzem pouco, já que a baixa produção favorece a concentração de compostos químicos, que, por sua vez, dão ao vinho estrutura, longevidade, diversidade de aromas e sabores.

Sendo assim, apesar de a natureza ter a maior parte da responsabilidade, cabe ao viticultor contar com a expertise necessária para saber se as uvas se adaptam bem ao terroir, às características do solo, à altitude do terreno e, a partir de então, definir quando e como vai realizar a manutenção das vinhas, aliado sempre ao clima.

É claro que o trabalho na vinícola, após a colheita, é também muito importante para transformar uma uva boa em um vinho bom. Mas uma coisa é certa: não se pode fazer um vinho bom com uvas de baixa qualidade.

A Vitis vinifera é a espécie de uva chamada europeia ou vinífera. Todos os vinhos que vendemos na Wine são elaborados a partir dela. É a principal espécie utilizada para a produção de vinhos na maioria dos países produtores – Cabernet Sauvignon, Carménère, Chardonnay e Sauvignon Blanc são alguns exemplos.

De acordo com a OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho), é estimado que existam 6.000 diferentes variedades de uvas dentro da espécie V. vinifera. É importante deixar claro que há vinhos produzidos a partir de outras espécies, como a Vitis labrusca, de uva americana, como Niágara e Bordô (esse é o nome da uva, sem nenhuma relação com a região francesa Bordeaux).

Dica de leitura:  Série Harmonizações Brasileiras - São Paulo

O processo da videira gerar frutos é demorado, que envolve alto custo. A produção de um vinhedo demora cerca de três anos desde o plantio, para uvas de qualidade destinadas ao vinho. Já a plena produção, com uvas de qualidade superior, requer pelo menos cinco anos.

Por quais fases a vinha passa para que gere boas uvas?

Podemos começar abordando a poda seca, feita um tempo após a colheita. Nas regiões frias, essa fase pode ocorrer no fim da dormência, para equilibrar o número de cachos que vão crescer e evitar excesso de produção, entre outras funções.

É uma preparação para o novo ciclo. É muito interessante ver o “choro da videira” (leia mais no glossário) no momento da poda. Depois é a vez da brotação, que ocorre, geralmente, quando a temperatura começa a subir, após a fase invernal.

Os brotos que restaram após a poda incham e, então, começa a aparecer algo verdinho no tronco das vinhas. Aos poucos, aparecem as folhas separadamente.

É possível observar o surgimento de flores nas videiras, mas antes disso há o crescimento vegetativo, quando as folhas vão evoluindo, o protótipo de cacho começa a aparecer e prossegue o desenvolvimento. Então começa a floração, logo após a brotação.

Nessa fase, aparecem as flores da videira nos cachos, que ainda estão bem pequenos (não há frutos nessa etapa). Não são flores vistosas, mas são elas que vão dar vida às futuras uvas.

Dica de leitura:  É melhor guardar o vinho na horizontal ou na vertical?

Antes do surgimento das uvas, acontece a formação do cacho: como a videira é hermafrodita, cada vinha passa pela própria germinação, sem depender de outra. A partir da fecundação, o cacho se desenvolve de fato e os frutos (uvas) começam a aparecer.

É importante observar o crescimento das uvas, pois esse processo, que acontece em uma época de temperaturas elevadas, ajuda a definir a qualidade da fruta. Os bagos de uvas passam pela fase “chumbinho”, crescem um pouco mais e, então, vem a fase “ervilha”. Então esse estágio se encaminha para o amadurecimento.

O amadurecimento é uma fase que muda o aspecto do vinhedo. É muito interessante ver as uvas tintas durante a maturação, um momento de troca de cor, quando o tom roxo vai surgindo. De forma geral, a tonalidade verde forte se perde, as uvas tintas vão se tornando roxas e as brancas ficam levemente amareladas.

As horas de sol são importantes para a concentração e o amadurecimento de compostos químicos, como os taninos, diminuição de acidez, concentração de açúcares etc. Aí os cachos já podem ser colhidos. É a vez de fazer a colheita, fase em que os cachos de uvas são retirados das vinhas.

Alguns produtores realizam, nesse momento, a seleção dos cachos que vão para a vinícola, para evitar que percam a qualidade. A colheita pode ser manual ou mecânica.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Ana Cristina Fulgêncio

Formada em Bioquímica Agrícola e em Viticultura e Enologia, já atuou em vinícolas, desde a elaboração até a venda do produto final.