Sommelier Wine

O espumante Crémant

28 Maio 2018
  • 450 visualizações
  • 0 comentários

Você conhece o espumante Crémant? Ele é francês e, assim como o Champagne, possui várias regras de elaboração para ser denominado assim. Descubra tudo sobre esse vinho incrível.

Você já ouviu falar no espumante Crémant? O mundo dos espumantes vai muito além de Champagne e Cava, pois apesar de não serem amplamente divulgadas e conhecidas no nosso país, existem outras Denominações de Origem que destacam a produção desse tipo de vinho.

Um exemplo é o espumante Crémant, que agrega oito Denominações de Origem diferentes na França e uma em Luxemburgo. As denominações francesas são: Crémant de Loire, Crémant de Bordeaux, Crémant d’Alsace, Crémant de Bourgogne, Crémant du Jura, Crémant de Savoie, Crémant de Die e Crémant de Limoux.

O Crémant é elaborado pelo método tradicional, também chamado de clássico ou de champenoise, o mesmo utilizado nos aclamados champagnes e no mais famoso espumante espanhol, o Cava.

O surgimento do Crémant teve como objetivo produzir um espumante francês elaborado pelo mesmo método do champagne, porém, mais acessível.

Dica de leitura:  Os 5 países que mais consomem vinho no mundo

Além da especificação do método, todas as Denominações de Origem que produzem esse espumante possuem uma série de regras específicas e rigorosas. Por exemplo, uvas autorizadas, tipo de vinificação, tipo de colheita, tempo de amadurecimento em garrafa sobre as borras, graduação alcoólica mínima, rendimento das vinhas e tipo de transporte das uvas até a adega.

Cada uma das oito Denominações de Origem possuem sua particularidade, que destacam características do seu terroir, mostrando mais uma vez a infinidade de experiências e sabores que existem no mundo do vinho.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Nicole Batista

Sommelière e Bacharel em Química, fez imersão em algumas regiões vitivinícolas da Europa e América do Sul.