Sommelier Wine

Série uvas – Cabernet Franc

31 Maio 2013
  • 3766 visualizações
  • 2 comentários

A Cabernet Franc é uma variedade de uva tinta ainda não muito conhecida pelo grande público, mas de grande importância para a vitivinicultura mundial. Saiba mais!

O provável berço da Cabernet Franc é a região francesa de Bordeaux, onde tem atualmente a terceira maior extensão de vinhedos. Frequentemente está mais presente em blends  com outras uvas, principalmente com a Cabernet Sauvignon e a Merlot. Junto com as duas, forma o famoso “corte bordalês”, celebrizado na região que lhe cedeu o nome.

Em Bordeaux, dois vinhos de grande expressão têm a participação fundamental dela, o famoso Château Cheval Blanc e o Château Ausone, ambos da sub-região de Libournais, na margem direita do rio Dordogne.

A Cabernet Franc também produz excelentes exemplares varietais, principalmente no Vale do Loire, onde é a uva tinta principal. Mas está presente também em outros países como o Canadá, os EUA, o Chile e a Argentina. No Brasil já foi muito importante nas décadas de 1970 e 1980, contudo boa parte de seus vinhedos cederam lugar a outras uvas, principalmente a Cabernet Sauvignon e a Merlot.

Dica de leitura:  O Vinho Marsala

Hoje está difundida por cerca de 20 países, tanto no Velho quanto no Novo Mundo, dando origem a vinhos com muita personalidade.

Características da Cabernet Franc

• Essa variedade, se comparada à Cabernet Sauvignon, tem a casca mais fina, menor acidez, menos taninos e maior intensidade de aromas;
• É muito resistente e não excessivamente produtiva;
• Amadurece cerca de uma semana antes da Cabernet Sauvignon, o que lhe confere adaptação a regiões um pouco mais frias, como o Vale do Loire por exemplo;
• Produz vinhos mais interessantes e densos em solos compostos por areia, argila e calcário;
• Quando utilizada em cortes com variedades mais robustas tem o objetivo de acrescentar maciez e aromas.

Varietais de Cabernet Franc

• Seus vinhos geralmente não têm cor muito profunda, exibem corpo leve ou médio, bom frescor e textura macia;
• Têm aromas pronunciados, com frutas negras como framboesas e groselha, também violetas, algo mineral (conforme a região), pimenta e toques vegetais.

Dica de leitura:  Série uvas – Sauvignon Blanc

Dicas de harmonização para os vinhos de Cabernet Franc

Com base nas características de seus vinhos varietais, essa uva vai bem com pratos de peso médio ou leve, como carne vermelha grelhada ou assada sem molhos densos, por exemplo: filé mignon assado com manteiga e ervas finas, lombo de cordeiro assado ao molho de hortelã, pimentões recheados com carne moída, sopa de lentilhas com presunto defumado, escalope de avestruz com risoto de funghi secchi.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Ana Cristina Fulgêncio

Formada em Bioquímica Agrícola e em Viticultura e Enologia, já atuou em vinícolas, desde a elaboração até a venda do produto final.