Sommelier Wine

Série uvas – Carignan

23 Março 2018
  • 824 visualizações
  • 0 comentários

A Carignan é uma uva ainda não tão conhecida, mas ela gera vinhos inesquecíveis e de alta qualidade. Saiba tudo sobre essa variedade.

Muitos apreciadores de vinho sequer a conhecem, nem pelo nome francês, Carignan, nem por um dos seus muitos nomes espanhóis, país de sua origem. Mas quem tiver a oportunidade de beber um de seus poucos e melhores exemplares varietais, passa a olhá-la com olhos de admiração.

Carignan, o nome francês, possivelmente é o mais conhecido, até porque ela já foi a uva tinta mais cultivada na França, segundo a Wine Marter Jancis Robinson, mas sua origem é certamente espanhola, provavelmente da região de Aragão (Aragón), onde é chamada Cariñena. Na Espanha, ela também é conhecida por Mazuelo, em Rioja, e Samsó, na Catalunha.

Características da uva Carignan

Para os produtores, ela não é uma videira de cultivo fácil. Tem maturação tardia e é suscetível a doenças como o Oídio e o Mildio, além de ser muito produtiva, uma qualidade apreciada no passado para produção massiva de vinhos.

Dica de leitura:  Série uvas – Touriga Nacional

Porém, se não tiver o rendimento controlado, pode gerar exemplares tânicos (ligeiramente amargos, em alguns casos), ácidos e muito coloridos, características que contribuem para que seus vinhos sejam longevos e que lhe garantiram sucesso, principalmente, quando usada em blends.

Quando suas vinhas tornam-se velhas, cultivadas em solos de baixa fertilidade, produzindo naturalmente rendimentos baixos, dão origem a vinhos concentrados, ricos em aromas frutados, com bom nível de acidez e taninos presentes, muito finos.

É justamente a Carignan, gerada sob essas circunstâncias, que dá origem aos seus poucos varietais disponíveis que causam admiração e encanto, como os da Vigno, uma associação chilena de 14 produtores da região do Valle del Maule, que seguem regras determinadas por ela, como elaborar a partir de videiras com idade mínima de 30 anos, e sem irrigação, para que as uvas obtenham alta concentração e qualidade.

Dica de leitura:  O álcool do vinho

E o resultado desse projeto tem sido considerável, pois, por exemplo, vários vinhos chilenos dessa associação foram avaliados com 90 pontos ou mais pela Wine Advocate, revista do renomado crítico Robert Parker, de 2007 para cá.
Para o futuro, há a possibilidade de criarem uma denominação de origem em que a Carignan reinará.

Na seleção da experiência Singulares de março, a Wine apresenta um exemplar de alto nível dessa uva, da Miguel Torres, vinícola integrante da Vigno. Aproveite!

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: