Dicas

Vinhos tintos para o verão

08 Janeiro 2018
  • 18911 visualizações
  • 0 comentários

Sim, os vinhos tintos também combinam com o verão! Veja como escolher um bom exemplar de tinto na estação mais quente do ano.

É importante a gente sempre se lembrar que o corpo humano mantém uma temperatura média próxima de 36°C. No inverno, temos que gerar mais calor para aquecer o corpo e manter nossa temperatura nessa faixa.

Então, é natural consumirmos mais alimentos calóricos do que no verão, quando essa situação se inverte e precisamos de menos calorias, além de passarmos a necessitar de mais líquidos, pois o corpo, que precisa então resfriar-se, aumenta a produção de suor e se desidrata.

Por isso, é natural que na estação mais quente do ano, busquemos por alimentos mais leves e que tragam frescor. É aí que entram os vinhos brancos e rosés, além dos espumantes, que se encaixam perfeitamente nesse perfil por serem mais leves e até refrescantes, devido à sua maior acidez, além do fato de podermos servi-los gelados.

Dica de leitura:  Os taninos do vinho

Contudo, um bom tinto também pode ter seu lugar no verão, basta buscarmos por exemplares que tenham essas características típicas dos brancos e rosés, na sua devida proporção, claro, já que os tintos em geral são menos ácidos e mais encorpados que seus irmãos de outras cores.

Escolha, portanto, os mais leves, com pouca ou até nenhuma passagem por barricas de carvalho, menor teor de taninos, maior acidez e que possam ser servidos em temperaturas mais baixas.

Vinhos tintos de uvas como a Pinot Noir, a Barbera e a Gamay, ou ainda os Valpolicellas e Bardolinos do Vêneto, Itália, são exemplos que se encaixam perfeitamente nesse perfil.

Mas nada impede que um apreciador dos tintos encorpados os consuma no verão, desde que observe a temperatura correta de serviço (entre 16 e 18°C), e não os sirvam em temperatura ambiente.

Dica de leitura:  5 dicas para acertar no brinde de Ano-Novo

Uma questão importante e que merece ser destacada é o consumo de álcool no verão. Ao contrário do que povoa o imaginário popular, toda bebida alcoólica na realidade abaixa a temperatura corporal.

Isso acontece porque o álcool atua como vasodilatador, o que proporciona a perda de calor do organismo. Assim, ao sair, ele provoca, em um primeiro momento, o aquecimento periférico do corpo, porém, como o calor está se dissipando, trata-se de uma falsa sensação de aumento de temperatura.

E vale lembrar que o álcool também provoca desidratação, sendo fundamental, principalmente no verão, que se consuma mais água para compensar sua perda pelo organismo.

Agora que você já sabe as características que deve procurar, pode escolher o tinto de sua preferência para os dias quentes do verão!

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Lucas Cordeiro

Sommelier, paulistano, com formação pela ABS-SP e WSET, e mais de 10 anos de experiência em vinhos.